segunda-feira, 30 de março de 2009

A luz da floresta não pode ser apagada

 

A primeira vez que acampei na minha vida, foi no Parque Nacional de Itatiaia.  Fiquei acampada no Pico das Agulhas Negras, num frio de lascar e tomando conhaque. Faz muito tempo que não vou ao Parque Nacional de Itatiaia (devo retornar em breve), mas nunca deixo de observá-lo toda vez que estou na Dutra  ou no alto da Serra da Mantiqueira, quando estou em direção ao Sul de Minas. É um dos lugares mais belos do Rio de Janeiro, com uma natureza exuberante, cachoeiras inesqueciveis e um friozinho gostoso.

Pois bem, o Parque Nacional de Itatiaia tem seu peso histórico no ambientalismo por ser  primeiro parque nacional criado no Brasil, na época do Getulio Vargas e  com o objetivo de proteger nossa reserva de Mata Atlantica. E agora, o Parque Nacional de Itatiaia está precisando de sua ajuda.

 

1833205

A Associação de Amigos de Itatiaia, desde 2008, juntamente com orgãos não-governamentais, está em articulação para desmembramento e reclassificação  de parte do Parque Nacional de Itatiaia (uma área de 1.300 hectares – parte sul) em prol daqueles que construiram irregularmente suas residências, dando um passo para regularizar o que não é regularizável: a construção de casas dentro de um parque nacional. Com isso,   a “máfia” da especulação imobiliária já ficou atenta e apoia esse projeto que destruirá o pouco que temos de Mata Atlantica. Esses 1.300 hectares é uma área densamente florestada e com alto indice de biodiversidade. Ao tomar conhecimento de “conluio”, a Coordenação do Mosaico Mantiqueira com o apoio do Instituto Chico Mendes, preparou uma petição online com o objetivo de que esse projeto não siga adiante, pois abrirá um precedente para que ações do tipo prejudiquem outras unidades de conservação da natureza, todos os parques nacionais. A petição atualmente consta com apenas 1.871 assinaturas. É muito pouco, para o muito que o meio ambiente e nós mesmos temos a perder.

Tudo bem que a mãe-natureza, com sua força magna,  não precisa do homem para se regenerar…ela sempre faz isso sozinha, mesmo que seja lentamente. Mas o homem precisa e muito da natureza para continuar sua história. Por isso, não é só e tão somente um apagar de luzes e acender de velas,  que vai nos salvar – são atitudes sérias e intermitentes – tipo: eco chatas.

Paulo Coelho, em seu livro O Vencedor Está Só diz o seguinte: “O planeta é, foi e será sempre mais forte que nós. Não podemos destruí-lo; se ultrapassarmos determinada fronteira, ele se encarregará de nos eliminar por completo da superfície, e continuará existindo. Por que não começar a falar em `não deixar que o planeta nos destrua?´”

Porque “salvar o planeta” dá a sensação de poder, de ação, de nobreza. Enquanto “não deixar que o planeta nos destrua” é capaz de nos levar ao desespero, à impotência, à verdadeira dimensão de nossas pobres e limitadas capacidades.”

Online petition - Manifesto pela integridade do PARQUE NACIONAL DO ITATIAIA (não deixe de clicar e participar dessa campanha)

Fonte de Pesquisa:

Blog: Pela Integridade do Parque Nacional de Itatiaia 

Instituto Chico Mendes

Parque Nacional de Itatiaia (no site você tem dicas e os preços dos passeios)

4 comentários:

adaobraga disse...

Eu quero ver o fim de tudo isto. Morte, destruição, fome, peste, exterminio, recomeço.
Eles são mais astutos e poderosos do que petições... mesmo assim, vou assinar.

Marcelo disse...

Beth, assinei e vou mandar pruma galera!

bjs

Gabriel disse...

nao acredito que neguinho ta construindo casa dentro do parque...que absurdo..que absurdo...ja ta assinado..e que merda de noticia...que coisa mais triste...

Murdock disse...

Fui o 1911.