terça-feira, 19 de agosto de 2008

Tempo, Tempo, Tempo...mano velho!

Estava organizando a estante, arrumando os livros e separado alguns para doação, quando minha cunhada, aparece na minha casa com uma lata de cerveja na mão. Pronto. Cerveja na hora dos estudos, pode? Não pode. Aliás, essa semana minha cunhada e a cerveja foram sinais de desaceleração.

Observando minha arrumação, comenta o quanto de tempo disponibilizamos para ler as aquisições doutrinárias que somos, em tese, obrigados a fazer sempre e sempre e sempre. É muito livro, muita assinatura de revista, jornais e periódicos especializados. É muito pouco tempo para tudo isso.

No meio da arrumação, conversávamos sobre o tempo que dedicamos aos estudos e para nossa vida pessoal. Ela me mostrou suas novas aquisições, seus planejamentos de aula na pós-graduação, nos cursos preparatórios e uma tabela feita por um amigo que cronometrava o seu tempo. Na tabela desse amigo era anotado desde o tempo em que disponiblizava para o estudo (disciplinas, inicio, término, tempo gasto) bem como, seu inventário pessoal (dormir, higiene, locomoção, estudo, refeição, lazer, trabalho, outros) inclusive com a contagem do seu tempo negativo. Tempo Negativo? Ai...tenho que rever minhas anotações concurseiras sobre administração. Help, galera de administração...o que é um tempo negativo?

Interessante. Toda uma metodologia de estudos e de vida numa tabela real. Falta do que fazer? O cara surtou de vez? Não. Adão Braga Conectado e Antenado me disse que conhece gente assim, extremamente metódica. Pensando bem, o cara deve ter um objetivo e a tabela deve servir para ajudá-lo nesse traçado. Afinal, é complicado para o cara que é casado, trabalha, tem filhos, compromissos e ainda estuda num dos melhores cursos preparatórios e de pós-graduação. Tem que ter apoio dentro de casa e muita dose de disciplina.

E, comunhamos em pensamentos quando após analisar a dita tabela, olhamos uma para outra e disparamos a pergunta:

- Quanto tempo ele leva para transar?

Acordamos que o item "outros" serve para essas "outras coisas".

Chegado da faculdade, aceleradissima, enroladissima com umas três sacolas de livros novos e lá está minha cunhada sinalizando com uma cerveja na mão: "Vamos à praia?...Está um calor infernal no RJ".

- É...está deliciosamente quente. Não foi para a Defensoria hoje? Não teve aula?

- Então, preciso fazer jus ao meu tempo negativo!

E mesmo acompanhadas de livros e apostilas...(para o sentimento de culpa ser menor)...ainda assim, sequer foram folheados; serviram de tapa-sol para uma e de travesseiro para outra.

"...Tempo amigo seja legal
Conto contigo pela madrugada
Só me derrube no final..."

(Pato Fu)

7 comentários:

Adao Braga disse...

Nesta tarde de Terça-feira, passei pelo menos uma hora e meia explicando a matéria de pedagogia para uma amiga que estava perdida no assunto.

O pior?

Até a orientadora, a professora do curso, que apresentou a grade, não entendia o livro obrigatório.

Me faltou uma cerveja para refrescar!

As vezes invejo tais metódicos, mas, não sou capaz de tamanho sacrificio.

Beth disse...

Sacrificio e Disciplina...não sei...sou naturalmente dispersa...acho que na altura do campeonato...sendo assim...eu piro! Mas conheço gente que tb não é assim e nem por isso não conquista coisas. Enfim....

Beijos Dão !!!

Thiane disse...

Conheço gente com agenda pra tudo. É mto chato. Concordo que o tempo é escasso, mas acho que a gente precisa lidar melhor com ele. Beijos

Ricardo Rayol disse...

eu sou completamentedesorganizado apesar de focado... nunca que vou fazer pós.

Menina do Rio disse...

Nem me fale em tempo; ou na falta de...

Um beijo pra tu

DM disse...

AI, QUERÍDISSIMOS:

Nessa vida louca que levamos, sempre assoberbados de compromissos de trabalho, de casa, enfim de vida ... pareçe até um crime deixar de lado algumas das coisas boas da vida ... ADMINISTRAR O TEMPO É UMA ARTE, e como todas as artes prescinde de criatividade, portanto... Quando dá o negócio é unir o útil ao agradável ...Ir a praia e ler o tal livro de estudo, sim! Sem neuras e sem culpa, a final de vez em quando é mais do que preciso desacelerar da vida e de seu compromissos infindáveis!!!

Bethíssima adoro aquela música do PATO FÚ Tempo... Tempo ...Tempo !!!

Bjs

Marcelo disse...

No meu trabalho tem um curso on line sobre gestão do tempo...e te juro eu sou um desastre "temperamental" - em relação ao tempo...! mas sempre consigo fazer as coisas...ou seja eu sei aproveitar o tempo, se estou no onibus e sento - leio...se tenho uma ideia escrevo num papel e ai vou fazendo as coisas ganhando tempo....Marcelo Frommer - Titas - disse uma vez que aprendia linguas nos engarrafamentos...pronto foi a deixa que eu precisava...eu estudava ingles na época e pegava engarrafamento todos os dias...comprei um walkman - vixe que velharia- e ouvia as fitas, ouvia speak - up, outros dias lia, quando tinha fome comia biscoitos e bebia agua natural na reutilização da garrafinha pet de água mineral abastecida de torneiral!

bjs