sexta-feira, 6 de julho de 2007

Live Earth - Confirmadissimo

Quer ver o show on line? Clica na figura abaixo
mas só em Internet Explorer


Enquanto isso na sala de Justiça...

Enfim, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, negou o pedido do Ministério Público para que o show Live Earth fosse cancelado, mantendo assim, a decisão em primeira instância da 4a. Vara de Fazenda Pública, por considerar que há segurança necessária para que seja realizado o evento. Isto é, vai rolar o show!

Brincadeiras a parte, o Live Earth não é apenas mais um show, mas uma forma de chamar a atenção para o que já sabemos - a crise no meio ambiente causado pelo aquecimento global. O show em si, apresentará alternativas tais como a reciclagem, o biodiesel, o gasto desnecessário de energia. É também um grande exemplo para futuras organizações de outros show e outros eventos na aplicação de materiais recicláveis.

"A eletricidade usada para alimentar os shows do Live Earth marcados para sábado, sairá de fontes renováveis, como o biodisel. A medida é uma das adotadas pelos produtores do evento para reduzir as emissoes de gases causadores do efeito estufa e lidar com o enorme volume de lixo resultante dos espetaculos. Os gases poluentes emitidos pelos avioes em que viajam os artistas ou pelo transporte do público serao compensados por investimentos em energia renovável e na proteçao de florestas. Pneus e barris de óleo usados no evento de Nova Iorque serao reutilizados, e algumas das placas do show em Johanesburgo serao aproveitadas como telhas de casas.

Para reduzir o uso de plástico, as caixas dos hambúrgueres em Londres serao feitas de amido comestível. E os ingressos para o concerto em Hamburgo, na Alemanha, vao incluir uma taxa de 0,3 euro para a absorçao de gases poluentes. Em Sydney, os ingressos dao direito a passagens gratuitas nos transportes públicos." (Fonte: Blog Faça a Sua Parte)

Toda vez que ouço falar em meio ambiente, em crise no meio ambiente, me lembro sempre de um trecho de uma música do Sá e Guarabira "O sertão vai virar mar. Dá no coração. O medo que algum dia. O mar também vire sertão"...

Essa luta em favor do meio ambiente é uma ação é válida, qualquer preocupação não é exagerada e nem desnecessária, principalmente para que as futuras gerações possam ver o que nossos olhos já viram e admiraram algum dia. Recentemente voltei de São Tomé das Letras/MG e cada vez mais lamento em ver a montanha destruida pelo extrativismo da pedra, onde sequer há uma preocupação com o replantio na região.

Que esse show, esse belissimo evento, seja apenas o primeiro passo para que governos e sociedade acorde a tempo para um problema que talvez não nos atinja diretamente no nosso hoje, no nosso agora, mas que com certeza atingirá gravemente a vida de nossos filhos, sobrinhos, netos. E é uma pena que isso venha acontecer.

Sou pró qualquer evento ou manifestação que venha chamar atenção para a crise ambiental, mas como as questões são mais profundas do que um simples show, vale a pena linkar o comentários de alguns artistas que se questionam sobre a influência da música, a coerência dos shows ou até mesmo se questionam como exemplos que possam transmitir de algo em pró do meio ambiente. Tal matéria encontra-se no portal do G1

No Brasil, o show será na Praia de Copacabana, no dia 7 de julho, às 16:00 horas.

Um comentário:

Pedro disse...

Uma coisa boa desse evento será os pontos positivos para o meio ambiente na criação de recursos alternativos usados pela organização em um show como este. E quem sabe os astros do rock não descubram um novo meio de aliar prazer, música, rock e ecologia. Toda boa intenção é bem vinda.

Eu vi mar e vi sertão. Meus filhos também os viram. Mas não sei se meus netos verão. Se cada um fizesse o seu papel...