terça-feira, 6 de março de 2007

3 macaquinhos espertos

“Só podia ser coisa de suburbano e favelado”, ouvi debochadamente de um cara que estava sentado ao lado de minha mesa em um restaurante. “Tá olhando ? Se sentiu ofendida ? Posso falar porque morei em favela e isso é típico de favelado. Satisfeita ?” Não pensem que levantei da mesa e dei uma lição de moral, fundada em leituras filosóficas e sociológicas, afinal, que propriedade teria para discutir com o meu nobre repentino algoz que no alto de sua propriedade de ex-favelado divagava sobre a culpabilidade dos agentes que causaram o incêndio naquele terreno baldio, pois com certeza ele deve ter causado muitos incêndios em terrenos alheios, afinal, também foi um favelado, como ele mesmo enfatizou.

Mas confesso, com o veneno escorrendo no cantinho da boca, que queria ter citado Voltaire e ter dito: “posso não concordar com o que dizes, mas defenderei até a morte o direito de dizê-lo”. É a máxima dos causídicos. Mas iria me sentir um náufrago no deserto se ouvisse a malfadada frase: “Quem é esse cara ai ?” ......... Preferi não arriscar, fechei os olhos, preservei meus ouvidos e mantive minha integridade física ao ficar calada. Faço de conta que nada sei.

  • Se não chove e a mata está seca, a culpa é dos suburbanos e favelados.
  • Se não venta, a culpa é dos suburbanos e favelados.
  • Se o chiclete grudou no meu sapato, a culpa é dos suburbanos e favelados.
  • Se o cocozinho dos condomínios de bacanas na Barra da Tijuca está poluindo a lagoa e a praia, a culpa é dos suburbanos e favelados.
  • Se o salário não sobe, a culpa é dos suburbanos e favelados.
  • Se os bueiros estão entupidos, a culpa é dos suburbanos e favelados.
  • Se tem bang bang no morro e no asfalto, a culpa é dos suburbanos e favelados.
  • Se a falta de educação e o falta respeito ao ser humano ainda existe, a culpa é dos suburbanos e favelados.

Quem mandou querer ser fonte de minha inspiração ? Não brinque com quem observa a vida. Mané ! 3 macaquinhos omissos ? Que nada ... eles sabem escrever.


2 comentários:

Marcelo disse...

você quer dizer que o cara além de ser preconceituoso é burro também, provavelmente não saberia quem é Voltaire. Infelizmente pessoas assim estão por ai, mas o que seria de nossas mentes questionadoras se não fosse esse tipo de pessoa não é mesmo. Eles falam e nós pensamos.

Carlos disse...

fala serío, cara burro fala demais
infelizmente, e um cabeção...
ainda menos pressa as pessoa como pode!!!
este mundo esta cheio de pessoas complicadas.
tudo precisando desenrolar.