sexta-feira, 5 de março de 2010

Em tempos de …

 TWITTER…

Tanto tempo, tantas revoluções, tanta ciência, tanto Beethoven, tanto Shakespeare - para tudo acabar em 140 caracteres ...@genetonmneto

SHOW´S NO RIO DE JANEIRO…

Tanto show bacana acontecendo no Rio e eu dura que nem um cocô – daqueles que você faz mil caretas a la Mister Ben para poder descer descarga abaixo e poluir a Baia da Guanabararesumindo: que merda e que dureza – ou será que ando com crises de consciência financeira?  Coldplay, Guns N´ Roses, BB King, Beyoncé…caraca…esses shows estão extremamente inacessíveis ao meu lado de classe média falida. Perguntem se andam sobrando ingressos na bilheteria. Respondo: Não há ingressos. O povo reclama mas o povo vai, compra, parcela tudo no cartão, usa a carteirinha de estudante, fica sem o feijão na mesa, mas não pode deixar de ver o rebolation da Beyoncé. Mas tô de cara mesmo com os preços e a escassez de ingressos populares para o BB King. Não sabia que a turba curtia blues.

Ahhh…mas para Bon Jovi, em novembro, darei um jeito – é claro – comerei muito mamão com açucar e serei mais econômica nas minhas despesas de menina!  

SINDROME DO PÂNICO SOCIAL…

Terremotos de um lado, tsunamis do outro, ônibus pegando fogo em comunidade que juram ser sucesso nas UPP´s (ai vem o tráfico para mostrar o fracasso), o metrô  com ar condicionado desligado, carros andando na contramão das vias expressas,  Agnaldo Silva dizendo que Dourado tem cara de paraibinha e o BBB anda sendo discutido em aulas de sociologia nas escolas. Isso sem falar que, no dia 1 de março, aniversário da cidade do Rio de Janeiro, Preta Gil e Gilberto Gil estavam cantarolando na tal comunidade.  As UPP´s são um sucesso! Ôoooo e como são…

A coisa anda tão feia que um simples curto circuito no painel de um ônibus, que acabou incendiado levou ao seguinte boato no bairro: “um monte de pivete incendiou o ônibus com gente dentro”.

Dizem que Capitão Nascimento vai retornar e colocar a casa em ordem.

MUDANÇA CLIMÁTICAS…

Após o Rio de Janeiro sofrer com sensações térmicas que chegavam aos quase cinquenta graus, começa a chover. E com a chuva vem àquele frio gostoso como se no outono estivessêmos. Mas, me parece, que o sol reinará em terras cariocas no final de semana. Será? Com essa oscilação no clima nunca vi tanta gente com alergia, constirpada, preocupada com o mosquito da dengue e comprando botas a prestação.

Em São Paulo, assim diz meu primo, que continua tudo na mesma: enchentes, engarrafamentos, crack em alta, o Kassab é uma droga e o Serra é outra droga maior. Mas com uma novidade. Dia desses o indice de raios ultravioletas chegou em seu pico máximo na capital.  E quando todo mundo foi correr atrás de protetor solar, descobriram que haviam dobrado de preço. “Prima, ou caso ou compro protetor solar”. Grande dúvida para Pedro Bial responder.

Por que será que o cara que vende guardas-chuva só aparece em tempos de chuva?

A MACACADA REUNIDA…

Dai à César o que é de César. E ao povo?  Pão e circo! Será que haverá tanto comprometimento em audiência, pós BBB e Copa do Mundo, durante as eleições 2010?

macaco-beijo

beijos e bom final de semana !

 

5 comentários:

Anônimo disse...

... darei um jeito

Ainda bem que explicou que é para economizar daqui e dali... he he he Matou os pensamentos maliciosos e maldosos que surgiram por cá.

Um super abordagem resumida do mundo e do RJ. Três Cês: Clara, Curta, Conscisa.

Bom fim de semana pra você e Benheeeee!

Um anonimo conhecido como ABB

Murdock disse...

Desses shows eu me animava pro BB King mas tá muito caro, mesmo tendo grana pra ir (sozinho), nem rola. Podia ter um do Satriani esse ano :D

Eu ainda prefiro esse frio do que o calor que estava fazendo, apesar de preferir dias ensolarados.

Bj

MSGrama disse...

Costumo dizer para minha senhora dona patroa que twitter, Google & cia são as bestas do apocalipse.

Ela disse...

Comungo das tuas angústias, quase todas!

Mariza Matheus disse...

Realmente com tanta catástrfe acontecendo fica difícil não ter pânico social!

Temos que fazer alguma coisa:
Acho que investimos muito pouco na educação (base de tudo)

Abraço

MAriza :-)