domingo, 14 de junho de 2009

Não saia ileso das terras de Minas Gerais

 

Fazer turismo é um barato. Trabalhar com ele é melhor ainda, apesar de enlouquecedor quando estamos preparando o roteiro de nossas viagens, cotizando preços, fechando grupos.  Pior ainda quando esse trabalho requer meses de antecedência, parcerias diversas. É um verdadeiro bater de palmas para maluco dançar. Mas a maluca aqui adora.  Amo o turismo na mesma intensidade que amo o direito, tanto que minha monografia envolverá os dois temas.

O que me trouxe ao blog hoje? Uma pausa entre uma estrada ali  e um aeroporto acolá. Mas não falarei da beleza do turismo, do city-tour, das percepções ao visitar uma nova cidade. Muitas vezes, uma cidade também carrega histórias não muito agradáveis e que merece ser conhecida, citada, reverenciada. Barbacena, é uma dessas cidades encantadoras de Minas Gerais.

Povo que se orgulha de sua História; que tem liberdade como lema (libertas quae sera tamen) e que ama sua terra - As mil e uma Minas - (Guimarães Rosa)

Barbacena, cidade de Minas Gerais, integrante do circuito histórico (cinco dos inconfidentes vieram de Barbacena), conhecida como a cidade das rosas; e também conhecida como a cidade dos loucos. Essa última qualificação poderia ser um motivo de vergonha para seus moradores, mas ao contrário disso, é um motivo de orgulho. Barbacena, mudou o rumo de sua história. E eles estão de parabéns. Ir à Barbacena e não conhecer o Museu da Loucura é como não ir à Barbacena.  Portanto, conheça Barbacena e procure não sair ileso. Uma boa época para conhecer Barbacena? Outubro é o mês da Festa das Rosas.

“A vida só se compreende mediante um retorno ao passado, mas só se vive para diante.” ( Soren Kierkegaard – teólogo e filósofo dinamarquês)

7 comentários:

Menina do Rio disse...

Com direito a pão de queijo?

Beijinhos

Natália disse...

Garota, esse video é emocionante. Parabéns ao povo de Barbacena por essa mudança de rumo em sua história, na valorização e preocupação com os seus doentes.
Adoraria conhecer as cidades históricas de Minas Gerais. Um dia terei essa oportunidade.

Anônimo disse...

Oh!Minas Gerais!
Oh!Minas Gerais!
Quem te conhece
Não esquece jamais
Oh!Minas Gerais!

Oncotô? Em Monte Sião uai
Doncosô? Do Rio de Janeiro uai
Proncovô? Vou pra Barbacena Uai. Me encontrar com uma carioca, tomá umas pinga, ouvir umas moda e comer pão de queijo. Depois nós pega o rumo prá São Tomé das Letras que nós é tudo doido.

Gabriel disse...

gostei da dica, mas gostei mais ainda da frase do kierkegaard.

Luma disse...

Nooooooooooosa!! A proporção de mulheres loucas era/é imensa!! Porque será? Quantos loucos nem loucos eram! Beijus

Anna Bueno disse...

Meu irmão estudou em Barbacena, fui várias vezes visitá-lo, mas de lá só lembro das ladeiras e da EPCAR. Não conheci o Museu, que pena...
Bjos!

Julie disse...

IEU SÔ DI LÁ UAI....