quarta-feira, 11 de julho de 2007

Meninos Literários


Ontem passei o dia extremamente ansiosa, meio que chatinha e buscando novidades. Odeio me sentir assim, pois fico extremamente agitada. Juro que não foi falta do que fazer e muito menos TPM, mas sabe àqueles dias que tua mente precisa urgentemente de 48 horas? Eu estava assim. Mas tirei umas breves horas e fui ler os meninos. Li os meninos linkados e os meninos não linkados, os meninos da blogosfera, os que nem sabem o que é isso, enfim, sai perambulando pelo universo masculino. E ainda conversei com alguns pelo messenger e troquei e-mails com outros.

CA-RA-CA...como tem homem
sensivel, inteligente, culto, romântico, super família, religioso e preocupado com o social na blogosfera! E tudo isso com àquele famigerado olhar 43 e um sorriso sacana nos lábios. As vaquinhas que me perdoem, mas se depender desses meninos a raça bovina masculina estará salva.

Eles poetisam, proseiam, escolhem gravuras lindíssimas, discutem política, religião, fazem piadas, dão conselhos, dizem coisas lindas e falam da mulher como se mulheres fossem. Tolo quem disse que o homem não entende a mulher. É claro que eles entendem, mas não falam, apenas pensam e escrevem. Acho até que alguns dos meus autores possuem útero.
E longe de achar que são um bando de nerds, com papo-cabeça careta, pois àqueles que li, e não foram poucos, são pura descontração, suavidade e sensibilidade...até papo chato de informática fica agradável sob a batuta deles.

Mas é tanta sensibilidade (de todas as formas) masculina na rede que logo imaginei mil coisas: àquele cara deve ter feito algum dia uma serenata, outro deu flores recentemente, outro toma um vinho ouvindo música clássica, outro lê uns quatro jornais diariamente, outro vai a igreja com a familia, outro dá um beijo na mulher quando sai e quando chega em casa, outro deve tocar piano, outro quer mudar de emprego, outro deve ir à um concerto, outro gosta de jazz, outro acabou de chegar de um jantar a luz de velas. Pode até ser que nada disso aconteça, ou tenha acontecido, mas só pelo fato de nos presentearem com belos textos já vale muito a pena mergulhar nas letras desses meninos.




Acho que na minha próxima crise de hiperatividade saberei o que fazer.

====> Adão, achei o Horóscopo Maldito!...vou ler e depois te digo o que achei.

8 comentários:

"o moço da bodega" disse...

Simplesmente fantástico, seu comentário na bodega...parabéns!

Alê Namastê disse...

Ops! Eu espero que se surpreenda cada vez mais com os "achados" do mundo virtual.
Beijos*

Alê Namastê disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Adão Braga disse...

Você!!! Só mesmo você!! Que texto - Exclamo, espanto ou indago - !! ???

Ontem fiquei paralisado o dia inteiro. Nem conseguir trabalhar... porém hoje, olha a surpresa... um texto simpatico, admiravel e sobretudo sincero desse... eu amo esse negócio de blog, globalização... a janela 10/40 aumentou para 100/400.

Mesmo correndo riscos, - e correr risco é muito gostoso - Você estava escrevendo a meu respeito ai no texto??? kk kk kk kk kk

Essa pergunta é daquelas que não se faz. Como outras do tipo:

- Foi maravilhoso para mim, e para você
- Não, não foi...

Coisa desse tipo, sabe.
Mas já perguntei!

Adão Braga disse...

Pura jactância, ufania e pretenção de minha parte. hein???

Quem me dera !!!

DM disse...

Viu Beth !!! � o que eu sempre digo, Ah bois e BOIS , assim, como VACAS e COW POWERS!!!
Belo texto, lindo ensaio rom�ntico, um convite ao conv�vio e intera�o humana ! Adorei !
T� em Porto Alegre, aqui t� muito frioooooooooooooo!!!!
Beijos

Anônimo disse...

Amiga
O bonitão da foto exprime bem o "famigerado olhar 43 e sorriso sacana nos lábios." ... Resolvi ler os teus meninos linkados e minha queridaaaa...os bofes existem mesmo? São de verdade? Cada um com seu estilo, mas já reparou que eles nunca se repetem? Homem inteligente e sensivel não é espécie em extinção. O melhor é quando a inteligência e sensibilidade estão em um pacote só.

Amiga se prepara que a frente fria está chegando com tudo. Sua amiga falou tudo ai acima...tá um frio de doer os ossos por aqui.

bjs
Patricia B.

Ricardo Rayol disse...

Muito legal, muito maneiro, mas isso de homem falar de mulher como se mulher fosse beira a bichice ehehehehehe