segunda-feira, 23 de julho de 2007

Anjos



Você acredita em anjos?

Acordei cedo (sem interferência do Kiko e da Kika), liguei a televisão, assisti ao noticiário e logo depois me deparei com a entrada do programa da Ana Maria Braga, os bombeiros que trabalharam no acidente com o avião da TAM e com os dois rapazes que foram salvos momentos antes de parte do prédio desabar. Na hora em que eles se abraçaram, pensei em anjos. Acho que eles choraram. Acabei acompanhando-os no choro.

Pensei nos anjos de carne e osso que passaram pela minha vida, nos anjos que apareciam nos meus sonhos (devo estar fazendo tanta merdinha que eles nunca mais vieram me visitar nos sonhos) e, pensei também nos meus anjos espirituais. Nossa! Até bem pouco tempo eu sonhava com meu anjo - estou até me lembrando dele nesse momento, de como ele era. Nunca vi seu rosto, mas lembro que ele era muito alto, de cabelos negros e compridos, uma voz suave, um sorriso bonito e ficava batendo papo ou me abraçando. Sempre sabia quando algo grave ou chato iria acontecer na minha vida, pois nos sonhos ele me abraçava. Quando era um acontecimento bom ou a vida estava tranquila, ele aparecia, nos sonhos, na beira do mar conversando comigo. "- Ei! Por onde você anda anjinho?"

Um dia, passei uma madrugada agitada, não conseguia dormir e de repente pulei da cama, sentei no computador e comecei a escrever uma oração para meu anjo - emprestava-o para meu amigo que estava passando ou iria passar por algo de ruim. Era muito tarde para ligar, até tentei ligar, mas o telefone estava desligado. Assim que o dia amanheceu, liguei para meu amigo e ele acabou me falando de sua agonia.

Não estou muito a fim de escrever, de fazer longos e longos textos com àquele tom de psicologia de botequim que adoro, até estou inspiradissima, agitada, cheia de musos e musas, com os dedos nervosos...mas pensei em anjos e me acalmei.

A gente sempre acha que está sozinho. Nunca estamos sozinhos na nossa caminhada, haverá sempre alguém nos vigiando, cuidando.


10 comentários:

1ª Lady Newton disse...

Oi Beth,

De tanto ler vc no Somos todas umas Vacas, decidi entrar no seu blog. E to amando o q estou lendo. Este texto dos anjinhos é calmante mesmo...eu tava agotadona e agora to calminha, calminha!

Sem chefe no trabalho (o fofo tá na Suíça) fico super ociosa, mas me dá uma gastura!

No entant, deixo aki meu beijo e um obrigadinha pela calmaria momentanea. Ja q não sei fazer blog, leio o de vcs!

Pedro disse...

Também me senti bem proximo dos seres angelicais ao ler o teu texto. Será que os anjos nos abandonam quando fazemos nossas besteiras? Fiquei aqui me perguntando, mas não acredito no abandono eles devem estar em algum spa ou em uma praia se fortalecendo para a batalha final. Até lá você, eu e todos nós damos conta dos problemas que se seguem. Mas que barato esse teu contato com os caras lá de cima. Até fiquei arrepiado.

Beijão

Adão Braga disse...

Eu acreditei em anjos por longas datas, porém, depois de sobreviver a 7 afogamentos, até ter certeza que sabia nadar, depois de sobreviver a cair debaixo de um caminhão, e ver as ranhuras do pneus, quase em decalque do lado da cara, e das diversas quedas de bicicletas, entre outras, tenho pensado últimamente em algumas hipoteses:

1 - O meu anjo original, está enconstado por invalidez;
2 - Nenhum outro anjo quis o cargo;
3 - Só tenho anjos estagiários, pois sou protegido, ajudado, amparado como os planos de saúde... há umas condições escritas em letras miúdas abrangem estas minhas situações;
4 - Meu anjo, ainda controla e me beneficia com sua presença, mas nada muito especial e demorado, o coitado deve estar dando muito trabalho ao anjo dele.

Mas é claro que há anjos...

Felipe Becker disse...

Sempre que procuro o meu anjo eu não o encontro. Quando imerso no silencio e no cansaço pela busca, ele me susurrou: "Pare de buscar aquilo que está diante dos seus olhos e seja aquilo que os outros procuram mas não veem".

Vc foi um anjo pra mim...

AP disse...

Beth, acho que se seu anjo não aparece, é pq vc não está precisando. Anjos não nos dão as costas quando pisamos na bola. Só humanos fazem isso!

Meu anjo não aparece, mas me sussura umas dicas... ouço com meu coração!

Que bom que está mais tranquila.

Beijos!

Eu e Ela disse...

Eu tenho um anjo muito especial, Meu paizinho, ele não me fala nada apenas me olha, quando preciso de força e estou no caminho certo ele me sorri, quando não eu trato logo de ver onde estou errando e sempre encontro, é horrivel quando ele não me sorri.
Não adianta chama-lo ja tentei, mas ele sempre aparece nas horas que realmente preciso. Sempre pela manhã, é magico.
Foi dificil entender que meu pai havia se tornado meu anjo ou meu anjo ter tomado a aparencia dele, eu fiquei muito tempo confusa com as expressões dele, até que um dia ele pediu pra eu ajudar uma pessoa que eu nem sabia que precisava, alguém que não acreditava em anjos.
Anjos, eles estão em todo lugar.
Bjs

Thiane disse...

Eu acredito em anjos sim. Temos que agradecê-los todos os dias. Beijos

Ricardo Rayol disse...

Mas não tenho a menor dúvida disso. Você é um anjo.

Beth Santana disse...

Que lindo ver maior galera falando de anjos. Nossa! Foi uma coisa tão intima, tão pessoal...muito legal essa sensibilidade espiritual de cada um de nós.

beijos

Pedro disse...

Anja Linda
Vou ficar uns dias ausente - vou viajar a trabalho. Não esquece de colocar o texto que te pedi para a Ma. Eugenia.
Beijão gatona