quarta-feira, 16 de maio de 2007

5 Coisas

Estava querendo férias do blog, andava meio cansada de pensar e de dar ares de psicóloga de botequim. Ah...cansei, férias para mim sem aviso ao RH. No entanto, recebi a nobre e dificil missão de minha amiga blogueira - Livia Condurú, dona do O Insuportável Cheiro da Memória, que designou-me falar de cinco coisas que não devem deixar de se fazer na cidade onde moramos. É isso (???) Essa mesma tarefa foi passada à ela pelo Iuri, morador de Belo Horizonte, dono do blog "Acendam as Luzes e Vão Embora Seus Calhordas" . E os dedos coçaram, a mente saiu da ociosidade. Pronto! Nâo posso ficar quieta, tem sempre alguém que vem me instigar.

Pois bem, cá estou para falar de minha Cidade Maravilhosa - o Rio de Janeiro. Como ser imparcial escrevendo sobre meus cantinhos preferidos, lugares que frequento? Que tarefa dificil em se tratando de montanhas, praias, cultura...nossa espero fazer a coisa certa. Mas por onde começar? Vou tentar fazer uma salada de frutas nas minhas dicas, tentar englobar lugares uns nos outros. Dar cinco dicas sobre o Rio de Janeiro? É tarefa difícil para mim, carioca apaixonada por todas as Zonas dessa cidade louca. E todos sabem que adoro gravuras, então vou também linkar as dicas e colocar fotos nelas.

1ª Dica - Cristo Redentor

Impossível você não conhecer o Cristo Redentor - a não ser que esteja caindo um temporal, ou que a visita esteja fechada. Mas tenho que relacionar cinco dicas, então, com chuva ou sem chuva, minha primeira dica é o Cristo Redentor. É definitivamente um cartão postal obrigatório. Nossa! Que visão abençoada! Do meu terraço suburbano eu vejo as luzes e a silhueta do Cristo. É simplemente mágico, é indescritivel. Quando estamos aos seus pés, temos quase todos os bairros da zona norte e da zona sul aos nossos pés, diante dos nossos olhos. Ainda podemos ver o que tem no outro lado da poça d´água (parte de Niteroi) e a ponte que liga o Rio de Janeiro à cidade de Niteroi, vulgo ponte Rio-Niterói (qual o nome da ponte mesmo? - esqueci - que horror).

Infelizmente os moradores não valorizam, ou ficam protelando essas visitas aos pontos turisticos da cidade. Acho que devem pensar: Ah! Estou perto, qualquer dia eu vou. E os anos passam e desculpas vão sendo dadas. Eu mesma, nos meus trinta e tra lá lá só fui ao Cristo três vezes. O que é uma pena, pois nessas três vezes senti uma emoção muito grande. Deveria ir mais vezes.

Então, a minha primeira dica, para os visitantes, é chegar na cidade e buscar em fotos, lembranças e emoção essa linda ida ao Cristo Redentor. E moradores, por favor, tomem vergonha na cara e vão conhecer seu cartão postal que recentemente foi considerado pelo Vaticano como mais um ponto de peregrinação. Quer saber? Independe de credo, é uma visão única. Nas três vezes que fui ao Cristo, olhei para o céu azul (dei sorte com o tempo) e falei para o cara lá de cima: caprichou hein?

Aproveitem e votem no Cristo Redentor, como uma das maravilhas do mundo moderno.





2ª Dica - Praias


Nosso litoral é realmente muito lindo. Flamengo, Botafogo, Leme, Copacabana, Diabo, Arpoador, Ipanema, Leblon, São Conrado, Barra, Reserva, Recreio, Macumba, Pontal, Prainha, Abricó, Grumari...ufa! esqueci de alguma? Vou ser sincera, mesmo com chuva, tempo nublado, dá para tirar cada foto linda de nossas praias, principalmente de alguns pontos altos, onde se tem uma visão previlegiada de nossa orla. Apesar de algumas estarem impróprias para o banho, não dá para deixar de conhecê-las, mesmo que fique sentado em um quiosque tomando choppinho, admirando o mar, vendo o pôr do sol, namorando. Ahhhhhh...o mar! Impossível definir qual mar é o meu mar. Vou confessar que meu point preferido é a Praia da Reserva, lugarzinho assim, meio assim bom para namorar, olhar o nascer do sol e blá blá blá. Mas o pôr do sol mais bonito é o que se vê quando estamos nas pedras do Arpoador.


(Praia do Arpoador)


3ª Dica - Lapa

Falar do bairro da Lapa é falar de cultura. Você se diverte, come e dança até mesmo no meio da rua. Um local onde todas as tribos se encontram...vai-se do chinelo de dedos ao salto alto, dos engravatados aos hippies, do jazz ao rap. Um lugar onde se respira cultura urbana. Fácil de chegar, fácil de sair. O único problema é local para estacionar, sempre fica-se à mercê dos flanelinhas que cobram horrores astronômicos para fingir que estão guardando o seu carro e livrando-o de multas. Na ultima vez que fui na Lapa, de carro, recebi uma bela multa por estacionamento irregular. Bem, sem falar que morri em dez reais confiando no flanelinha que me fez de otária bonitinho. Para mim, a Lapa é um lugar onde você começa e termina a sua noite. Ou começa, ou termina a sua noite. Sei lá, você quem sabe. Mas vale muito a pena se perder na Lapa.


(Arcos da Lapa)


4ª Dica - Lagoa Rodrigo de Freitas

Pronto, um dos meus points preferidos, sou figurinha fácil nos quiosques da Lagoa. Eu me sinto em casa quando vou tomar um choppinho na Lagoa. Lugar de quiosques deliciosos, com comidas e petiscos que não saciam a gula. Só lamento que, com essa violência no Rio de Janeiro, esteja meio complicado voltar para casa altas horas da madrugada depois de uma ida à Lagoa. Local para todos os gostos, não diria todas as tribos, mas a galera cult, fashion, mais ou menos, famílias, casalzinhos, amigos, se sente bem a vontade na Lagoa. Quer saber? Qualquer um se sente a vontade. É um local bonito e charmoso. Comidas de todos os tipos: alemã, japonesa, francesa, brasileira, árabe. E a música que rola nos quiosques? Já parei no alemão e fiquei ouvindo saxofone. Já parei no japonês e fiquei escutando um violão. Lagoa...no verão, ou no inverno, em qualquer estação.


(vista noturna da Lagoa Rodrigo de Freitas)

5ª Dica - Centro da Cidade

Ô tarefa difícil essa quinta dica hein? Pensei em restringir mais a cultura, putz, impossível e a dica da Lapa resumiu um pouco do brilhantismo cultural do Rio de Janeiro. Pensei em falar das montanhas, mas o Cristo fica dentro do Parque Nacional da Tijuca e caminho para outros tantos mirantes lindos. Pensei em comida, mas a Lagoa resume todos os sabores e cores que o Rio de Janeiro tem do seu paladar agregador. Pensei em falar de vôo livre, mas por analogia me reportei à São Conrado, no tópico de praias, basta chegar em São Conrado e ver os caras pousando, tira fotos, sobe a rampa e se quiser voa.

Mas minha quinta dica é puramente eclética, mas considero uma dica impar e muito pouco valorizada e percebida pelos os que aqui moram - o Centro da Cidade. Poucas pessoas conhecem bem o Centro da Cidade, normalmente vão resolver problemas e pouco observam o quanto de história tem em seus becos, ruas, avenidas, aeroporto, museus, bares de excelência, igrejas, teatros, prédios tombados pelo patrimônio histórico, enfim, nem morador e nem turista deveriam ficar sem a presença nas suas recordações do Centro da Cidade, principalmente o morador que vive eternamente com pressa. E o legal é que depois de uma banho de cultura, de história geral e política dá para atravessar a avenida e parar na Lapa. Nossa! Da janela do escritório em que trabalhava eu vi os cara pintadas, vi o inicio do Fome Zero. Centro da Cidade é arte, cultura, história, política, economia, gente que vai, gente que vem, é energia pulsando no concreto.



Pronto, acho que cumpri minha tarefa. Vou passar a mesma tarefa para os seguintes coleguinhas e parceiros de outros blogs que deverão repassar para outros e outros blogueiros. E todos devem dar CINCO DICAS sobre sua cidade. O problema é que nem todos colocam suas cidades. Mas meus escolhidos são:

1 - Kaká, moradora de Governador Valares/MG, dona do blog "Enquanto na Terra"
2 - Fernanda, moradora de Portugal (não sei a cidade), dona do blog "Mãe e Muito Mais"
3 - DM, moradora de São Paulo, uma das vaquinhas do blog "Somos Todas Umas Vacas"
4 - Thiena, de São Paulo, a freirinha do blog "Vertentes"
5 - Vic - do blog "Viciado Carioca"
6 - Luis Mariano - do blog "Vivendo no Rio"
7 - AP, a outra vaquinha do blog "Somos Todas Umas Vacas"


Tchauzinho ........... vou mimi !!!!



12 comentários:

Marcelo disse...

Liz
que tarefa cruel para um carioca que não sossega o facho em casa. Quando comecei a ler o blog pensei logo de cara que você ia falar daquela porcaria de voo livre (hahahahahahahaahaha) e que iria convencer todo mundo a voar. Já falei que adrenalina é saltar de paraquedas e mergulhar nas Cagarras.
Imagino a imparcialidade em alguém tão apaixonada visceralmente pelo RJ. Deve ter sido dificil deixar alguns locais de fora. Cara você se saiu muito bem e foi muito inteligente, pois é realmente dificil falar do RJ em cinco dicas.
Ôoooooooooooo saudades da minha terra. Gostei dos links ... altissimas dicas, visitei todos os sites indicados. muito bom. muito bom.

AP disse...

Querida, obrigada pelo carinho, pelo comentário e pelo convite... Beijo! Ah, suas dicas estão ótimas, eu as indicaria também...

Lívia Condurú disse...

Aê Beth, você foi aprovada. Adorei as dicas e acho que deu para resumir bem o Rio, essa cidade maravilhosa em que você mora.

Parabéns por conseguir matar tão rápido essa árdua missão.

beijocas.

DM disse...

Oi Beth!

Adorei suas dicas do Rio, aliás amo essa cidade de vocês ! O Cristo é realmente tudo de bom... Só estranhei não falar do Pão de Açucar, Morro da Urca essas coisas ... A coisa decaiu por lá?

Bom, posso falar de São Paulo, sim, aqui se come e bebe muito bem, programas mais culturais eu diria, porque em termos de paisagens, perde de 20 a zero pro Rio, mas tem coisas legais sim...
Aceito a convocação, e se der falo também de Porto Alegre, cidade que amo ...... Ensina as pobres vacas a botar essas fotinhos no blog ... Fala lá que eu falarei daqui, até o final de semana, se der .... Tô meio enrolada ...Mas vou tentar !!!
O RIO DE JANEIRO CONTINUA LINDOOO...

Beijos

Beth disse...

Ahhhhhhhhhhhhh DM quando você for escrever suas cinco dicas você vai ver o quão dificil é ter que escolher. Ahhhhhhhh o Pão de Açucar, o Morro da Urca, a Pedra da Gávea, o Mirante do Leblon ... estão todos lá ... lindos e formosos. Mas eram apenas cinco dicas. Ohhhhh tarefa cruel.

As dicas das fotos eu te mando pelo e-mail ... mas tá tudo ali na hora da postagem.

Quero só ver suas dicas ... vou lá conferir depois.

beijãooooooooooo

Kaká disse...

Beth!!! Q bacana isso! Next time I go there u will take me to all these places, deal?

Olhe, estou em viagem. Assim que chegar em casa e o tempo acalmar, vou, sim, tentar achar 5 coisas "imperdíveis" na minha city - pq é do interiorrrrr, e não tem mt a fazer!!!! hihihihh.

Adorei essa idéia! Beijos. E tudo de bom pra vc! Abraços daqui.

Pedro disse...

acho que seria mais fácil falar de uma cidade interiorana do que falar da nossa cidade. Gosto muito da Lapa e das pedras do arpoador, onde, nós moradores daquele bairro nababesco veneramos o Deus Sol sempre. Como nao tenho blog e não pretendo ter por causa da minha eterna falta de tempo então colocarei aqui os lugares que mais gosto no RJ sem globalização carioca.

1 - Os quiosques da Lagoa (em qualquer horário, em qualquer estação)
2 - Aterro do Flamengo
3 - Arpoador (no pôr do sol)
4 - Mirante do Leblon (nas ressacas)
5 - O quiosque Via 11, na praça do Ò - na Barra da Tijuca. Sai da boate e vai comer cachorro quente no trailler. Aberto 24 horas para a alegria dos farritas.

Mas estou lamentando aqui em não ter relacionado outras coisas legais. Gosto muito de alguns restaurantes do Meier e de Jacarepagua.

Pedro disse...

voltei aqui.
estava relendo o texto e vi duas coisas que me chamaram a atençao.

"qual mar é o meu mar", em praias e "energia pulsando no concreto", em centro da cidade. Que sacada viajante inspiradora foi essa? Caraca mulher isso foi muito bom.

bjs

Fernanda disse...

Olha Beth, eu acho que a publiciade turística ao Rio de Janeiro deveria ser feita pelos habitantes, pois sempre que algum, carioca escreve sobre o Rio dá uma vontade enorme de viajar para aí! Captei bem a tua paixão pela cidade maravilhosa, que aliás, estou convencida que deve ser mesmo!
Não vivo numa cidade, Beth, é apenas uma vila (e embora tenha monumentos romanos), vou fazer um post sobre as redondezas, Guimarães a 7 kms, 1ª capital de Portugal no Sec.X e talvez Braga, a 14 kms.
Beijos e bom fim semana!

Viciado Carioca disse...

Guia de Cervejas por Viciado Carioca

5ª - Boteco Taco em Botafogo (tosco-rock-teen-beer)

4º - Belmont - qualquer um(lugar arrumadinho, carinho, mas vale a pena pelas empadas dançantes)

3º - Jobi - Leblon (solução óbvia no fim de noite)

2º - Vila Mimosa - Pça da Bandeira (para quem quer pagar barato na cerva com toscaria real, ao vivo e imediata).

1º - Adnonis - Benfica (para quem não conhece, o chopp mais gostoso da cidade. Recomendo ir na sexta no almoço e pegar a Feijoada.)

DM disse...

OI BETH,

ESTOU COM MINHAS DICAS DE SP, PRONTAS, SÓ NÃO SEI COMO POSTAR NO SEU BLOG! O TEXTO TÁ PRONTO E MODÉSTIA PARTE LINDO !!! MANDO PELAS VACAS OU TU COPIAS, OU MANDO POR E-MAIL, SEI LÁ !!!

O QUE FICA MELHOR PARA VOCÊ? ADOREI A IDÉIA !!!

SE QUISER MANDO POR E-MAIL AÍ TU COLAS NO BOLO SE GOSTAR DE SAMPA TE MANDO DE PORTO ALEGRE !!!

BEIJOS

VACA DM

Kaká disse...

Linda! Tava te devendo, né? Não só sobre a city cá, como também leituras... O tempo não tem dado espaço... :S

Bem, fiquei cá pensando... Enquanto na terrinha, tem que subir a serra e olhar o rio, voar no azul e passear de bicicleta pra depois, cair na noite!