quarta-feira, 28 de março de 2007

Nosso Jogo


Gosto de te falar besteiras
Ao pé de teu ouvido
Me delicio com tuas risadas
Elas me fazem perder o sentido.

Não te interessa meu nome,
Não percas tempo com tolices.
Temos apenas essa noite,
Serei para ti, todas as tuas meretrizes.

Não haverão novas luas,
Somos amantes de poucas horas.
Dê-me o nome que quiseres;
Serei hoje, todas as tuas mulheres.

Ah! mas continuas rindo
Não me levas a sério.
Prometo! Serei tua Emanuelle
No meu corpo, te darei meu mistério.

Não adianta!
Estás por demais quixotesco.
Hoje, não pretendo ser tua Dulcinéia,
Te quero no palco do meu mais devasso desejo.

(by Beth)

Um comentário:

Marcelo disse...

muito inteligente jogar o romantismo de Dom Quixote no final do texto. No meio do jogo de sedução entre os namorados ele pede romance e ela pede sexo. Afinal, me diga, quem venceu? a metade Emanuele ou a metade Dulcineia?
Não gosto quando você deixa o final no ar. Quero ação ......... hahahahahahahahaha
beijão
gostei da sutileza do texto