domingo, 31 de agosto de 2008

Não sou anjo...

Por mais que seja fã de padarias, açougues e feiras dominicais não há como fugir dos supermercados nada charmosos que infestam essa cidade, aliás quaisquer cidades. Recentemente estava meio que evitando-os. Mês passado ao passar o cartão de débito passei a vergonha de tê-lo bloqueado, porém horas mais tarde a gerente do banco avisou que dois supermercados estavam com problemas com clonagem de cartão; e justamente o meu foi o sorteado daquele dia - Duas grandes redes varejistas sob suspeita. E automaticamente, o sistema anti-fraude do banco detectou e bloqueou a compra.

Recentemente precisei ir ao supermercado. E com tantos no meu caminho, tive que voltar justamente naquele onde prometi nunca mais pisar os pés e nem dar de cara com a gordinha de patins que riu ironicamente da minha cara ao ver meu cartão bloqueado. Andando prá cá e prá lá...reclamando dos preços, pesquisando daqui, olhando dali...me senti totalmente envolvida naquele universo de consumo que pesa nos bolsos e desfalca a carteira a cada ida. Geralmente, por não gostar de supermercados, sou ágil e objetiva nas compras, mas desta vez, meio que sem pressa para nada resolvi olhar atentamente as promoções, os preços, os corredores, as novidades que passavam da seção de informatica, aos itens de bebês, artigos para camping e pesca, flores; quando de repente entretetida na seção de laticinios aparece uma senhora de uns quase sessenta anos me pedindo dinheiro para comprar algo para comer. Falou isso e me mostrou sua mazela através de um câncer na orelha. Como se àquele câncer fosse o sinal verde para que o dinheiro fosse dado à ela.

- Desculpa! Só tenho cartão. Me desculpa mesmo...

- Tudo bem, vejo que você é uma boa moça.

- Desculpa!

Imediatamente apaguei àquela cena da minha mente e continuei percorrendo os corredores quando uns quinze minutos depois a mesma senhora me aparece novamente na minha frente.

- Moça. Moça. Moça. Vim atrás de você para te pedir um favor.

- Pois não.

- Você poderia tirar para mim uma caixa de ovos, quatro pães  e um pacote de macarrão?

- Claro!

- Sério? Jura?

- Sim!

E vi àquela senhora sair pelo mercado feliz da vida para pegar sua caixa de ovos, seus quatro pães e seu pacote de macarrão. Ela estava tão feliz que nem eu entendia tamanha felicidade. Entrei em letargia total.

Fiquei aguardando-a no caixa para que ela passasse suas compras antes que eu pudesse passar as minhas, afinal ela trazia nas suas mãos tão pouco e eu com um carrinho quase cheio. E mais uma vez ela radiante ficou ao me ver aguardando-a pacientemente.

- Você me esperou? Você é um anjo.

No caixa ela contava para todos o motivo de sua alegria, me chamava de anjo e ficava agradecendo o tempo todo. Ao se despedir disse que Deus iria me abençoar porque eu era muito boazinha.

anjo a chorarEla foi embora assim que suas compras foram passadas; foi embora rindo, feliz em direção ao seu "barraquinho".  E eu fitava-a e pensava com meus botões: "não sou um anjo e muito menos uma boa moça. Eu menti...estava com dinheiro na carteira, mas não queria te dar. Desculpa."

Mas ela precisava me mostrar o seu câncer para conseguir algo de mim? Seria capaz de dar muito mais do que uma caixa de ovos, quatro pães e um pacote de macarrão, se ela tivesse me pedido.

Não quero mais voltar naquele supermercado. Não sou anjo, muito menos boa moça...e qualquer dia derrubo "sem querer" aquela gordinha do patins.

 

 

8 comentários:

PAULO TAMBURRO disse...

BETH, que raiva fiquei de você.Cara, você escreve muito melhor do que eu.Eu que a cerquei para tosquiá-la, acabo sendo tosquiado.Estou lendo tudo.

mariposos disse...

Beth , mulher voadora, e agora anjo também ...kkkkk será que se eu te mostar uma unha encravada no dedão vc me dá uma Mitshubishi LX 300 ?????....kkkk
Brincadeira ...mas conta para gente o nome da rede qeu está clonando cartão é utilidade publica isso :))
Também tenho vondade de ver aquele pessoal dos patins se eborrachar no chão ..... kkkkkk

bjs

Adao Braga disse...

Deus usa meios estranhos de auxiliar os seus pobres e seus necessitados. Evidente que há pobres que não são os pobre de Deus.

Neste caso, você como agência divina, é sim um Anjo. Anjo, na concepção teológica é aquele que é enviado por Deus para realizar uma tarefa.

Se esta senhora era uma das necessitadas, uma das pobres de Deus, e Deus usou-te para responder às suplicas e preces dela, você agiu como anjo.

Um cheiro querida, e meu anjo carioca!

Anônimo disse...

Nem anjo e nem demônio. Apenas incrédula em relação aos pedintes.
Não suporto pessoas que mostram suas feridas para conseguir arrancar dinheiro da gente. Não gosto de telefones tocando com instituições filantrópicas do outro lado da linha. Nem gosto de pedintes em sinais de trânsito. Não tem o que se desculpar. Se você desse dinheiro talvez ela não comprasse nada, talvez fosse beber.
Passei o mesmo em relação ao cartão de débito no supermercado Zona Sul. A minha gerente do Citibank falou que era o problema foi originado no Supermercado Zona Sul que o mesmo valor estava sendo debitado numa farmácia. Pelo menos descobri que o sistema anti-fraude funciona.
Mas dá vontade realmente de socar a cara do funcionário.

Beijão Flor de Lis

Pedro B.

Beth disse...

Paulo......hahahahahaha...vc é hilário cara !!!! Teu blog é delicioso. Li todos os teus posts e acho vc deliciosamente sarcastico. E que curriculum heim??? Ainda bem que não é meu teacher....e nem da minha área !!!

Obrigada !!!!!


********************************

Mariposo, luxo só !!!! Queridão…..os supermercados foram: Extra e Zona Sul. No meu atendimento ao call center do banco eles apenas informavam que havia um débito de mais de 400 reais numa farmácia. Farmácia?? Como assim??? Quando fui direto na gerente, ela me explicou que algumas redes, citou essas duas, estavam com problemas de clonagem.

**********************************

Adão, não sei...não sei...não sei !!!! Até acredito nisso...só não entendo ela precisar mostrar sua deficiencia para conseguir algo. Bastava pedir saca????

***********************************

Pedro, até tu tatu...??? Que vergonha neh...isso mesmo Zona Sul também foi citada por minha gerente do Santander. Putz...E quando vc esteve no RJ heim? Anjo ou Demônio?? Isso me lembra uma música da Sandra de Sá ...... tipo anos bons dos festivais !!!

Bjs

***********************************

Menina do Rio disse...

Não tem como fugir desse cancer social querida. Dissestes que não tinhas o dinheiro e tivestes que pagar com o cartão, rs...C'est lá vie... Não sou fã de supermercados, mas se for pra fazer compra de mês, levo um dia.

Lembra do poema do Vinicius que tu postou num texto em SIMPLES EXPRESSÃO?.
Pois é...eu li ele e acabei escrevendo aquela mini crônica que lestes no Recanto.
Tu me inspirastes, viu?

Beijinhos

Ela disse...

E eu? Sonhadora talvez , até demaia da conta... queria um mundo um cadinho diferente , em que a s pessoas não precisassem se humilhar ou s e fazerem de coitadas ...

Quem sabe, um dia..

Maldita Futebol Clube disse...

Cara, você pode pensar que não fostes um anjo, mas o foi. Beth, querida, esse é um tipo de ato que apenas pessoas boas de coração o têm. Essa moça deve passaar muitas dificuldades, afinal não é bom mostrar o que se tem de pior para conseguir algo,não é? Esse caner social com a linda menina do rio disse é normal na nossa soicedade, mas apenas nós que podemos agradecer o pouco que temos, somos capazes não só de entender como de ajudar. qt a mocinha do patins, coitada dela, ela inveja o que vc tem, não a derrube, pergunte a ela se ela quer alguma ajuda, pois ela apenas não expõe os seus defeitos como a peidnte, e quem sabe não esteja precisando de mais ajuda do que a pedinte? adoprei seu post..linda...tá linkíssima hein gata!beijokas gdes