terça-feira, 7 de agosto de 2007

Incenso sem senso


- Bom dia minha querida paciente! - Chega ela toda esfuziante logo cedo. A casa se ilumina. Manu fica serelepe com os aparelhos e bolas que ela traz. Começa mais uma sessão de fisioterapia.

Agora a pouco fui visitar o blog das bovinas, só para ler alguma novidade, e me deparo com um post da AP informando um novo espaço criado por ela - Inspira e Expira. E pensei: a samurai da minha fisioterapeuta baixou na vaca? Até tu vaquinha me lembrou do meu inspira e expira diário, envolto em longos exercicios cardio-respiratórios, yoga e tai-chi, fora os terriveis alongamentos - é claro!


inspira

Estou fazendo fisioterapia com ênfase em cardio-respiratória para recuperar a esportista radical que ficou em algum lugar do passado. Qualquer esporte estava por demais cansativo, principalmente trekking. Meu último trekking foi de arrepiar e já não sou mais a boa cabra montesa que adorava subir e descer morro segurando em raiz de árvores.

Mas a maluca da minha fisioterapeuta, que ainda é faixa preta em karatê, está me fazendo um bem danado. A primeira sessão foi um tormento, a segunda suportável, a terceira cheia de dengo, a quarta só reclamei dos alongamentos, a quinta foi tranquilinha, a sexta já nem lembro mais. Mas não é que o inspira e expira me deu uma tranquilidade própria dos monges? O único problema é que Morpheu me leva para seus braços muito cedo, com isso acabo despertando de madrugada, mas ainda assim consigo acordar sem a interferência do Kiko e da Kika e passar um dia inteiro sem a ansiedade que é própria de minha alma.


expira

- Mas a ansidedade, a inquietude, a adrenalina estarão sempre contigo, são inerentes a tua personalidade, você só vai aprender a dominá-los e dosá-los com os exercicios, principalmente os respiratórios. Me disse meu amigo Pedro. "A essência do ser humano não muda, o que muda são as regras, a disciplina que se lhe impõe, os conceitos, os horizontes que se abriram." - me disse ele citando parte de um estudo filosófico que estava pesquisando.

Não é necessário dizer que comungo totalmente com as idéias dele. Por mais que você faça, por mais mudanças que você traga de positivo para tua vida, a essência estará lá, imutável. Portanto, não adianta muito vestir o manto da brisa suave se você tem tendência à ser um furação devastador. O segredo é reconhecer que você é um furação devastador para que você possa ter o controle de si, pois as máscaras sempre caem e não há como esconder você do seu própro espelho.

- Muito bem. Entendeu agora a importância dos exercicios respiratórios sob um outro prisma. O conhecimento do teu corpo. O controle que você aprende a ter de si como matéria, a disciplina, o zelo por tua essência. Disse Pedro, antes de encerrar o papo virtual.

Então, a mocinha aqui que continue nesse caminho, pois é o mesmo que os mestres usam para chegar ao nirvana (não pretendo chegar tão longe). Mas o inspirar e o expirar é o grande segredo. Como diz o professor Hermógenes (grande mestre yoga a quem tive o prazer de conhecer) "Não adianta incenso sem senso".

E daqui a pouco chegará a louca adorável com o seu "bom dia, minha querida paciente" e vamos para mais uma sessão diária com o Inspira e Expira. Nossa! Respirar é bom!


***** Ana Paula... Boa sorte no teu novo espaço. E muito Inspire e Expire dai ...que vou continuar com o meu inspire e expire daqui com a doida da minha fisio. NAMASTÊ


3 comentários:

Ricardo Rayol disse...

Apesar de praticar esporte regularmente tenho que voltar a ter o gás que tinha. Não sabia que fazia trekkin, meu irmão também faz e se você compete deve conhecê-lo.

Beth disse...

Rayol ... estou voltando ao trekking ....... fui fazer um na reserva em belford roxo e me estrepei toda. Faltou folego ..... putz .... estou voltando tentando voltar ao condicionamento anterior. Mas depois me manda o telefone dele e o nome por e-mail. Adorarei conhecer.

bjs

Adão Braga disse...

Estou acompanhando... estranha não a distância, e estou sem este tempo para fazer aquilo que vinha fazendo antes... e vejo que você também!!!

Um cheiro... e até!!! passarei sempre, comentar talvez